हरे कृष्णा हरे कृष्णा = hare krsna hare krsna
कृष्णा कृष्णा हरे हरे = krsna krsna hare hare
हरे राम हरे राम = hare rama hare rama
राम राम हरे हरे = rama rama hare hare

Presentes Inigualáveis

terça-feira, 27 de julho de 2010

domingo, 25 de julho de 2010

Cardamomo e..... Melissa !

O aroma do cardamomo junto a Melissa ficou uma composição mágica !
Tinha tentado fazer a composição de uma receita da Paula Nogueira  no seu blog ,mas faltavam as ameixas então pensei o que usar ????/ Resolvi tentar a melissa .... gente, muito bom ,o aroma das duas ,resultou numa combinação realmente doce ..! Hummmmm.............!
Abaixo segue o blog da paula ,vale a pena o passeio!
http://chasespeciarias.blogspot.com/
Feliz Semana e Abraços no Coração de Todos!
    Valéria

sábado, 24 de julho de 2010

O primeiro amiguinho do Daniel

Esse é Horton o primeiro bichinho do Daniel, meu netinho q está pra chegar!

sábado, 10 de julho de 2010

bichinhos

coruja e sapinhos em tecido ,podem ser usados como chaveiros ,pingente p/ maçanetas e como móbile p/ carro,

bichinhos em tecido ou feltro

quinta-feira, 8 de julho de 2010

+ lilases

Romântico- Lavanda e Sálvia!

violetas !

Esse fofucho multi ervas é uma delicia ,vontade de sonhar!

liláses

Travesseiro de Lavanda!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Certezas !

“Assim, toda minha vida tem um caráter de uma procura de ligação, entrega, uma procura de religião. Não pretendo poder encontrar para mim, ou para quem quer que seja, algo como uma nova religião, uma nova formulação e possibilidades de ligação, mas permanecer no meu posto; e ainda assim que viesse a duvidar do meu tempo e de mim mesmo, não abandonaria o respeito diante da vida e diante da possibilidade do seu sentido, mesmo que eu tivesse que ficar sozinho com essa idéia, mesmo que eu me tornasse com isso muito ridículo – eu me mantenho firme nessa crença. Não faço isso com qualquer esperança que assim alguma coisa fique melhor para o mundo ou para mim, faço-o simplesmente porque não gostaria de viver sem respeito, sem entrega a um Deus.”
(Hermann Hesse)